LIBRIANOS

Nesta obra, acompanhamos a busca de três artistas pela sobrevivência profissional na cidade de Porto Alegre: Dan, músico e tabagista inveterado; Darin, aspirante a... 

NOTA DO AUTOR  

por Jim Carbonera

 

De maneira franca e direta, Librianos busca atingir um público sedento por narrativas mais realistas e que instigue o leitor a sair de sua zona de conforto.

A obra rastreia esse tipo de público: leitores que se interessam em aprofundar-se na essência humana e nas relações interpessoais das grandes metrópoles; na qual conviverão com três protagonistas que refletem, não apenas a realidade brasileira dos tempos atuais, e sim, uma realidade universal, atemporal. Onde artistas — abaixo da fama — tentam sobreviver de sonhos quase utópicos atrelados a atitudes contraditórias e ambíguas.

 

Librianos arremessa o leitor para dentro de um mundo onde as perguntas são as respostas e as únicas certezas, são as incertezas.

REALISMO URBANO, O QUE É? 

É uma corrente literária que se caracteriza por descrever cenários realistas, sem exagerar ou enfatizar um suposto exoterismo ou colorir o cenário em que é descrita, preferindo ambientes urbanos com referências a cultura pop e a vida cotidiana dos habitantes que nela residem.  


A abordagem do Realismo Urbano é mais apolítica e individualista, buscando deliberadamente por uma identidade latino-americana.


De fato, grande parte deste estilo literário se identifica por mostrar histórias em um contexto urbano (invariavelmente nas grandes cidades, principalmente da América Latina), abordando temas como boêmia, violência, sexo e enfado, e sendo narrado em primeira pessoa.

A violência perde sua aura romântica e inusitada e parte para descrições mais explícitas, extremas e brutais; assim como a sexualidade tende a ser mostrada de uma maneira mais intensa, crua, sem recorrer ao erotismo, mas mostrando o comportamento sexual de maneira realista e sem ambiguidades. Temas considerados tabus, como promiscuidade sexual de ambos os sexos, homossexualidade, prostituição, etc.; são tratados abertamente.

Uma característica notável do Realismo Urbano, é a ausência de ideologias políticas específicas, não mostrando uma definição de seus autores e protagonistas. Na verdade, as obras destes escritores têm como base o desprezo por uma doutrina, resultando no ceticismo sobre os discursos ideológicos de todos os tipos. 

© 2020 copyright Jim Carbonera. Todos os direitos reservados.